Twitter

CUT MS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > TRABALHADORES OCUPAM AEROPORTO DE CAMPO GRANDE NA LUTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Trabalhadores ocupam aeroporto de Campo Grande na luta Contra a Reforma da Previdência

27/03/2017

A manifestação objetiva pressionar parlamentares federais de Mato Grosso do Sul contra a PEC 287

Escrito por: Karina Vilas Boas - FETEMS com Sintracom

Um grupo de 150 pessoas entre sindicalistas e integrantes de movimentos sociais do campo e da cidade, iniciaram neste domingo (26), por volta das 20h, um acampamento no saguão do aeroporto internacional de Campo Grande. Os trabalhadores fazem parte do Comitê Estadual contra a Reforma da Previdência composto por diversas entidades, entre elas a FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), que tem estado a frente de diversas lutas contra a perda de direitos da classe trabalhadora no Governo de Michel Temer (PMDB).

De acordo com o presidente da FETEMS, Roberto Botareli, o ato é mais uma ação que entrará para a história da entidade e dos movimentos organizados de MS. “Nós estamos mostrando para a população que somente com muita mobilização e coragem de ir para as ruas é que podemos mudar alguma coisa. Neste momento demos mais uma lição de que a luta vale a pena”, disse.

O protesto pacífico é para pressionar a bancada de parlamentares de Mato Grosso do Sul a votar contra a proposta da Reforma da Previdência. “Trouxemos colchões e lençóis para ficar aqui até a próxima terça-feira quando deputados e senadores de MS costumam embarcar para Brasília”, explica José Abelha, presidente do Sintracom (Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil e no Mobiliário de Campo Grande).

Os manifestantes estão com várias faixas e distribuem panfletos, não interferiram em nenhum momento no funcionamento do aeroporto, seja do centro comercial ou do embarque e desembarque dos passageiros.

Na manhã desta segunda-feira (27) o senador Pedro Chaves (PSC) embarcou e deu o seu recado para os manifestantes. “Vocês vão se surpreender com o meu voto na Reforma da Previdência quando a matéria chegar ao Senado. Estou convencido de que a voz das ruas está correta e a perda de direitos não é o caminho”, disse o senador.

O deputado Carlos Marun (PMDB), presidente da Comissão que analisa o projeto da Reforma da Previdência na Câmara Federal, alvo principal dos protestos da Greve Nacional, pois já declarou que é irredutível em seu voto favorável a reforma da previdência, esteve no aeroporto nesta tarde, acompanhado de seguranças e solicitou uma reunião com o Comitê da Reforma da Previdência que será agendada provavelmente para esta terça-feira (28).

Além da Reforma da Previdência, a ação no aeroporto de CG denunciou os parlamentares de MS que apoiaram o projeto da terceirização aprovado na Câmara Federal na última semana e também, pois em pauta a luta contra a reforma trabalhista.

Acampamento Aeroporto Campo Grande MS

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
INSTITUCIONAL
SECRETARIAS
ESTRUTURA

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO MATO GROSSO DO SUL
Travessa Coronel Edgarde Gomes, 49 | São Tomé | CEP 79002-339 | Campo Grande | MS
Fone: (55 67) 3325.9406 / 3325.8378 | www.cut-ms.org.br | e-mail: cutms.ms@hotmail.com