Twitter

CUT MS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > MOVIMENTOS SOCIAIS APRESENTAM PLANO DE EMERGÊNCIA PARA TIRAR O PAÍS DA CRISE

Movimentos sociais apresentam plano de emergência para tirar o país da crise

08/06/2017

Genilson Duarte, Presidente da CUT-MS, comentou sobre a iniciativa

Escrito por: Assessoria Frente Brasil Popular MS e CUT/MS

A Frente Brasil Popular-MS apresenta nesta sexta-feira, 9, a partir das 19h, em ato na sede da CUT, em Campo Grande, o Plano Popular de Emergência, elaborado para apontar soluções políticas e econômicas para retirar o Brasil do caos instalado no país com o rompimento da ordem democrática.

Segundo Genilson Duarte, Presidente da CUT-MS, “O objetivo é incentivar o debate nas bases dos sindicatos e movimentos sociais, proporcionando a oportunidade de as pessoas apresentarem sugestões ou ideias, já que não se trata de um plano fechado e acabado. Os principais elementos são a não retirada de direitos da classe trabalhadora. O plano abrange propostas para o campo e a cidade e também uma política externa, visando melhorias para o país”.                       

O dirigente reforçou o convite à militância e aos dirigentes CUTistas “reforço convidando @s [email protected]dos nossos sindicatos cutistas, pra conhecer e fomentar o debate mas suas bases, sua participação é fundamental”.

Do ato participarão representantes de sindicatos, centrais sindicais, dos movimentos sociais, entidades de classe e partidos políticos que integram a FBP, objetivando debater os principais pontos do plano, que tem como pré-condição o fim do governo ilegítimo e a antecipação das eleições presidenciais para 2017. Segundo o documento, as propostas representam uma “alternativa para enfrentar a crise gestada pela agenda antipatriótica, antipopular, antinacional e autoritária dos golpistas.”

O plano aponta dez medidas que incluem a democratização do Estado – com aprovação urgente da reforma política e democratização do Judiciário –; política de desenvolvimento, emprego e renda; reformas agrária e tributária; defesa dos direitos sociais e trabalhistas; saúde educação, cultura e moradia; segurança pública; direitos humanos e cidadania; defesa do meio-ambiente e, por fim, política externa soberana. São dez itens subdivididos e detalhados para a discussão e abertos a sugestões.

A sede da CUT-MS está localizada em Campo Grande, na Travessa Eduardo Gomes, 49, centro.

O detalhamento de cada uma dessas propostas pode ser verificado no link a seguir: http://frentebrasilpopular.org.br/system/uploads/action_file_version/9d77f9012c03bd9ead6020e4381420f4/file/brasil-de-fatorj-222-30-05-17-frente-brasil.pdf

Contatos: 99847-1526, 99239-7026.  Lançamento Plano Popular de Emergência

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
INSTITUCIONAL
SECRETARIAS
ESTRUTURA

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO MATO GROSSO DO SUL
Travessa Coronel Edgarde Gomes, 49 | São Tomé | CEP 79002-339 | Campo Grande | MS
Fone: (55 67) 3325.9406 / 3325.8378 | www.cut-ms.org.br | e-mail: cutms.ms@hotmail.com