Twitter

CUT MS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > LEI: INSTITUÍDO EM MS O DIA DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE ALIMENTAÇÃO

Lei: Instituído em MS o Dia dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação

27/11/2018

FTIAA-MS filiada à CUT parabeniza a categoria por este reconhecimento, fruto de muita luta

Escrito por: Sérgio Souza Júnior com informações de Heloíse Gimenes da Agência AL MS

Protesto Trab Indústria da Alimentação na AL-MS em Outubro de 2017Foi sancionada a Lei 5.271, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), que inclui no Calendário de Eventos do Estado o Dia dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Mato Grosso do Sul, a ser comemorado, anualmente no dia 13 de setembro. A nova norma foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (26).

“São trabalhadores que representam uma parcela importante da população ativa que contribui significamente para o desenvolvimento socioeconômico de Mato Grosso do Sul. Essa lei é dedicada aos homens e mulheres que atuam no setor industrial do nosso Estado”, afirmou Kemp.

Em declaração para a nossa reportagem, Vilson Gimenez Gregório, Presidente da FTIAA-MS (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de MS)afirmou, “agradeço a todos e a todas, companheiros e companheiras, que trabalharam e acreditaram no nosso projeto, com o nosso deputado Pedro Kemp. Nosso projeto não era financeiro, não era de retorno de dinheiro, era um projeto de luta, um projeto de reconhecimento dos trabalhadores na indústria da Alimentação”, disse.

Vilson reforçou a importância da aprovação desta lei, que reconhece esta categoria, trabalhadores na indústria da alimentação, que através de seu trabalho, levam a comida para o consumo de todo do povo brasileiro.

“Estão de parabéns os sindicatos que acreditaram em nosso projeto e aí está o retorno. Vamos fazer valer esse dia 13 de setembro, o Dia dos Trabalhadores na Indústria da alimentação. Nas horas difíceis que estávamos na Assembleia Legislativa, quando a empresa ameaçava milhares de trabalhadores de demissão, o Pedro Kemp estava lá, nos apoiando e isso foi muito importante. Agora após esta boa notícia, nós vamos pra luta, vamos pra base em busca de nossos acordos coletivos”, concluiu Vilson Gimenez, que também é Secretário de Finanças da CUT-MS.

Protestos na AL-MS

Com o objetivo de defender seus empregos, milhares de trabalhadores lotaram a Assembleia Legislativa na manhã de 17 de outubro de 2017, para pressionar Deputados Estaduais e pedir seu apoio, na busca por uma solução para o impasse com a JBS.

Vilson GimenesNaquele período a referida empresa foi autuada pela justiça que bloqueou o valor de R$700 milhões de reais, a pedido Comissão Permanente de Inquérito (CPI) das Irregularidades Fiscais e Tributárias do Estado de Mato Grosso do Sul, da AL-MS.Alegando “insegurança jurídica”, nos corredores da empresa era afirmado que a JBS poderia demitir milhares de pessoas, trabalhadores de suas plantas no Mato Grosso do Sul.

Segundo informações da organização do protesto, mais de duas mil pessoas estiveram mobilizadas neste protesto, oriundos dos municípios de Nova Andradina, Sidrolândia, Naviraí, Aquidauana, Dourados, Paranaíba e Campo Grande, além de representantes da CONTAC-CUT (Confederação Brasileira Democrática dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação da CUT) de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Pedro Kemp

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
INSTITUCIONAL
SECRETARIAS
ESTRUTURA

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO MATO GROSSO DO SUL
Travessa Coronel Edgarde Gomes, 49 | São Tomé | CEP 79002-339 | Campo Grande | MS
Fone: (55 67) 3325.9406 / 3325.8378 | www.cut-ms.org.br | e-mail: cutms.ms@hotmail.com