Twitter

CUT MS > ARTIGOS > O PROGRESSO FEMENINO

O PROGRESSO FEMENINO

Escrito po: Dilma Gomes da Silva - Sec. Da Mulher Trabalhadora – CUT/MS

18/04/2011

Foi o tempo em que a mulher era vista como a parte frágil, alheia aos acontecimentos no mundo e zeladora do lar e da família. A feminilidade, a doçura, o temperamento maternal e tantas outras singularidades descritas tão bem por Vinicius de Moraes em seus poemas dedicado as mulheres, resistiram as mudanças no contexto vivido, e degrau a degrau, elas foram se inserindo na arte, na política, na educação, enfim, conquistando seu espaço em todos os campos.


Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Dolores Duran e tantas outras mulheres trabalhadoras, guerreiras, que transcenderam sua época e pela arte conquistaram multidões em todo o mundo e hoje fazem parte da história da Musica Popular Brasileira.


Da opressão vivida na Ditadura Militar a Presidência da Republica, Dilma Rousseff foi uma das tantas mulheres que não se renderam, mas lutaram por um país mais justo e igualitário, onde todas as vozes pudessem ser ouvidas. Isso é o que difere as lutas travadas onde as mulheres participam, elas defendem a igualdade, e suas causas sempre refletem benefícios ao próximo.


Se as crianças são o futuro de uma nação, lembremo-nos que em grande maioria, quem as educa, contribuindo para sua formação pessoal, intelectual, entre outras, são as mulheres, grandes mestras na arte da vida.


As mulheres ganham a cada dia mais autonomia, isso se deve a força incisa no âmago de cada uma, as lutas travadas pela sua emancipação e igualdade de oportunidades, a alma transcendente em busca de liberdade e afirmação dos valores refletidos em seu crescimento e ascensão no mundo atual.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
RÁDIO CUT
INSTITUCIONAL
SECRETARIAS
ESTRUTURA

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO MATO GROSSO DO SUL
Travessa Coronel Edgarde Gomes, 49 | São Tomé | CEP 79002-339 | Campo Grande | MS
Fone: (55 67) 3325.9406 / 3325.8378 | www.cut-ms.org.br | e-mail: [email protected]